Seja a protagonista da sua vida amorosa

Relacionamento amoroso é um tema gostoso de ser discutido. As pessoas falam sobre relacionamento nos encontros de família, no salão de beleza, nas aulas de pilates, na roda de amigos, nas redes sociais, na TV, nos desabafos noturnos com a melhor amiga, etc.

A impressão é que todos são peritos e especialistas no tema amor e sabem o que o outro deveria fazer pra resolver sua vida amorosa. Alguns conselhos e sugestões surgem de forma rápida e fácil: “Amiga por que você não namora o Henrique, ele é tão bonzinho!”, “diga logo pra ele que você não quer ir embora”, “eu no seu lugar terminava com ele”.

As coisas parecem simples justamente por se tratar da vida do OUTRO.

E quanto a vida amorosa em questão é a SUA?

E quando os problemas estão diretamente relacionados a VOCÊ e exigem uma decisão e ação da SUA parte?

Aí as soluções simples escampam das mãos, o sentimento de dúvida te persegue, os conselhos dos outros não parecem fazer menor sentido e a sensação é a de que ninguém de fato consegue sentir o que você está sentindo… Medo, angústia, ansiedade, dor…

É por isso que no trabalho de coaching de relacionamento o profissional coach não te dá conselhos, não toma partido nem toma decisões por você.

Sabe aquela pergunta “ Mas o que você acha que eu deveria fazer agora?” Ela vem com uma expectativa de receber uma fórmula pronta e perfeita sobre o que fazer e de quebra ainda vem com a desculpa, de que se não der certo a responsabilidade é do outro e não sua.

É por isso que eu incentivo meus clientes a serem protagonistas, autores das suas vidas amorosas e autoresponsaveis por suas escolhas.

Não dou respostas prontas porque acredito que cada pessoa é única, com valores e história de vida muito singulares. Porque acredito que só você sabe o peso de cada decisão e sabe da sua disposição para viver as consequências, os prós e contras de cada uma delas. Sim! Você é a pessoa mais indicada para saber quais são as melhores respostas pra você.

Por isso, ao invés de te dar respostas eu formulo novas peguntas que vão te ajudar a refletir e decidir sobre a situação que você esta vivendo de forma mais realista e consciente.

Algumas pessoas perdem muito tempo das suas vidas responsabilizando o ex-namorado, a família, a sogra, o companheiro, as mudanças na sociedade, a vida, Deus e o mundo por sua insatisfação amorosa e se negam a ver que a maioria das coisas que acontecem na nossa vida não acontecem simplesmente do nada, mas sim por nosso intermédio.

As nossas escolhas, a forma como interpretamos as coisas que nos acontecem e a forma como nos comportamos influenciam cada trecho da nossa vida. Por exemplo: escolhas sobre quem namorar, quem não namorar, onde morar, de que forma vamos agir ou reagir, se vamos seguir as normas morais ou não seguir… Tem a ver com atitudes que você tem no dia a dia e com as que você não tem… As vezes o problema está relacionado ao que você faz ou tem deixado de fazer, omissões consigo mesmo ou com o outro…

Nós não temos controle sobre muitas coisas que nos acontecem. Não temos controle sobre as tragédias, não temos controle sobre o outro decidir ir embora …. Mas temos controle sobre como deixamos a situação nos afetar, temos controle sobre decidir buscar ou não ajuda, temos controle em dizer sim ou não para um relacionamento que nos faz mal, temos controle em decidir mudar algo em nós para o bem da relação ou nos acomodar e deixar as coisas como estão… Coloque sua atenção naquilo que depende de você.

Lamentar por lamentar não ajuda. Novas atitudes sim!

Se você não está realizado na área afetiva primeiro você precisa se ver como protagonista e  responsável pela sua vida. Seja alguém que se responsabiliza pelo seu passado e pelo seu presente e se compromete com seu futuro.

Reflita sobre de que forma você está sendo parte ativa e responsável por essa insatisfação. O que você tem feito ou deixado de fazer que coopera para a sua insatisfação permaneça? Que escolhas e ações tem te levado a estar na situação em que você está vivendo hoje?  Que mudanças você poderia fazer para escrever uma nova história daqui em diante?

Comece buscando entender com mais clareza  o problema que você está vivendo. Algumas pessoas estão muito insatisfeitas com a vida amorosa mas não conseguem definir de fato o que tem gerado essa insatisfação, são tantas coisinhas que a pessoa fica se sentindo um pouco perdida. Busque esclarecer bem a situação que você está vivenciando hoje para lidar com o problema de forma mais transparente e sincera possível. Se necessário busque ajuda  de um profissional.  O importante é prosseguir e caminhar em direção ao seu crescimento pessoal e sua realização afetiva.

Nos vemos quarta feira que vem.

Beijos

5

 

 

 

2 comentários sobre “Seja a protagonista da sua vida amorosa

  1. Muitas da vezes erramos em ouvir várias opiniões, legal hoje, um profissional para orientarmos nessa área tão importante nas nossas vidas…
    Valeu Bruna Arantes

    • Verdade hoje temos a oportunidade de contar com muitos estudos sérios sobre relacionamentos e bons profissionais que atuam nessa área . Antigamente o acesso à informação era bem mais restrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *